Ordem Moral um filme de Mário Barroso

História

Cronologia do filme

1864

O jornalista e escritor Eduardo Coelho funda o Diário de Notícias.

1870

Nascimento de Maria Adelaide Coelho, sua filha.

1889

O poeta e ensaísta Alfredo da Cunha, marido de Maria Adelaide, assume a direcção do jornal após a morte do sogro.

1910

A 5 Outubro 1910 dá-se a Implantação da República.

1914

De 1914 a 1918 dá-se a Primeira Guerra Mundial.

1918/19

Pandemia da gripe pneumónica, também conhecida como gripe espanhola.

1918

A 13 Novembro 1918 Maria Adelaide Coelho da Cunha foge de casa, no Palácio de São Vicente, na Graça, em Lisboa, dois dias após o Armistício.

1918

A 24 Novembro 1918, a família encontra-a a viver em Santa Comba Dão, com o ex-motorista, Manuel Claro. No dia seguinte é internada no Hospital de Alienados do Conde Ferreira, no Porto.

1918

A 14 Dezembro 1918, o Presidente da República, Sidónio Pais, é assassinado.

1919

A 3 Fevereiro 1919, Maria Adelaide consegue fugir, com a ajuda de Manuel Claro. Escondem-se numa aldeia perto de Viseu.

1919

A 25 Fevereiro 1919, o casal é encontrado pela polícia e detido. Manuel Claro ficará preso na Cadeia da Relação do Porto, acusado de rapto e violação. Maria Adelaide é declarada louca pelas sumidades da psiquiatria nacional (Júlio de Matos, Sobral Cid e Egas Moniz), seguindo-se um novo internamento no Hospital Conde Ferreira, e a interdição.

1919

Alfredo da Cunha vende o Diário de Notícias, à revelia da mulher.

1919

A 9 Agosto 1919, Maria Adelaide deixa o hospício, graças a Bernardo Lucas, o advogado contratado por Manuel Claro.

1920

Em Maio 1920, Maria Adelaide publica o livro Doida não!: documentação psicológica e jurídica, no qual denuncia a sua odisseia, e continua a sua defesa nas páginas de A Capital (jornal concorrente do Diário de Notícias), onde, a partir de Agosto, assina durante quase um ano as suas cartas.

1923

Manuel Claro é libertado e vai viver com Maria Adelaide, no Porto.

1926

A 28 Maio 1926, um golpe de estado leva à queda da Primeira República e estabelece uma ditadura militar.

1928

A 25 Março 1928, o Presidente da República, General Carmona, escolhe para Ministro das Finanças, António Oliveira Salazar.

1932

A 5 Julho 1932, Salazar torna-se Primeiro-Ministro.

1933

Tem início um novo regime ditatorial, designado como Estado Novo.

1942

Alfredo da Cunha morre. Maria Adelaide e o filho, José Coelho da Cunha, reaproximam-se. O Hospital Júlio de Matos abre ao público a 2 de Abril.

1945

É finalmente levantada a interdição de Maria Adelaide, então com 74 anos, e reconhecida a sua idoneidade mental.

1949

O Prémio Nobel da Medicina é atribuído a Egas Moniz.

1954

Maria Adelaide vive com Manuel Claro até à sua morte, em 1954, com 84 anos. Ele morrerá cerca de 10 anos mais tarde.

Escolher idioma

Contactos

VENDAS INTERNACIONAIS & FESTIVAIS
Jason Bressand
jason.alfamafilms@orange.fr
www.alfamafilms.com

IMPRENSA
Catarina Alves
press@leopardofilmes.com
www.leopardofilmes.com

PRODUTOR
Paulo Branco
sec@leopardofilmes.com

LEOPARDO FILMES
www.leopardofilmes.com